Nem cinco, nem quatro, nem três
as lágrimas que consigo brotar
descubro aterrado, mais uma vez vez,
que não sai uma sequer destes olhos
aqueles que embatem em vidros de écrans
e que dizem apenas não com a cabeça,
porque o coração, a vontade e a razão estão mortos
e, por assim empastado de sangue e pó o entendimento,
descobre que cruel e desumano entre os animais
é só homem
e ninguém mais
All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove