“Depois de ler os inúmeros testemunhos das pessoas que, na primeira pessoa, viveram os atentados terroristas, mais me convenço de que, no fim, vence sempre o amor. É o amor de quem se sacrifica para salvar a mulher, o amigo, a desconhecida, o desconhecido, a força com que se segura uma mão, um olhar, um afago, o lutar pela vida, o contar com os outros e para os outros. Quase tudo o resto, à volta destes, fica vazio de sentido, perde-se nessa luta pela vida. E a solidariedade que se gerou é só bela. Muito bela. Todos os outros discursos perdem significado, perdem-se pela falta de mensagem e quem grita é o silêncio mais o amor que paira no ar.”

 

Cristina Brandão Lavender

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove