essa dor do peito que apertas
é tua e não veio de repente
encheu-se de cisma
veio quando te assaltou o homem
aquele que gosta de sangue e se pela por uma boa desgraça
turbe que prende o mundo
com elos de egoísmo
numa visão vazia de gente

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove