10488197_608234079291830_5461336157282825371_n

deixa-te viver no fio da navalha
deixa cada segundo no delírio
deixa amor entranhar-se em poros finos
deixa essa fome saciar-se do viver

a neblina abrir-te-á os olhos
e o teu coração de garras verá
como te enxerga a rapina
que te segue os voos em prumo

e a saia rodada ao vento
tocada pela brisa agreste
mostra-te que os cabelos são linho
com que a teceste mansinho

o fogo crepita ao vento e deixa
histórias de dedos sobre peles e deixa
abismos sob pés dos sonhos e deixa
amor flutuando como se reinasse no tempo
deixa

“poema a duas mãos” em directo, on-line, num momento de escrita criativa

Cristina Lavender & Cidália Pinto na Feira do Livro de Braga, 12 de Julho

parceiro: 100ª Página

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove