Estou com dores de cabeça. Foda-se, não peço desculpa nem que me peçam de joelhos.

É neurose. Neura da pior. Aquela neura que só se forma porque deixamos de respirar, esquecemo-nos que a vida pode entrar e sair sem bater, sem sequer receber notificação oficiosa. É. É a puta da neurastenia que se apanha com a menopausa. Essa mesma menopausa que trouxe também, à maioria das mulheres, um calor que vem de dentro, seja Verão ou Inverno. Também um gelo, uma temperatura negativa de muitos graus abaixo de zero, igualmente parido do núcleo de um útero que já não consegue criar. Uma neurose com as hormonas aos pinotes como as partículas de Bosão de Higgs que provou ser, até este momento, a menor manifestação de matéria ínfima e infinita. 
Até ao actual momento, a neura continua e o respirar que tanto ajuda continua esquecido. Essa neurastenia da neurasténica mulher menopáusica piora substancialmente porque ela pensa sempre que ninguém a compreende.
Para esse grupo etário a vida tem agora um sentido muito maior. A sua capacidade de ver é muito maior. A sua capacidade de amar é muito maior. Mas ninguém dá por isso. A sua capacidade de irritar os outros é também proporcional aos saltos hormonais que o seu corpo frenético, poético, neurálgico abraça.
E a neurastenia continua. E o facto de pensarem que conseguimos controlar o pensamento, ou seja, que conseguimos deixar de pensar quando querem, é patética, e continua. Pensamos como respiramos. Todos. Neurasténicos ou não. Nem nos damos conta. Não nos apercebemos. Caso contrário também correríamos o risco auto suicida de parar voluntariamente o acto de respirar sem precisar de recorrer a drogas ou objectos variados. Pensamos como respiramos e a menopausasiada mulher – tinha de ser a mulher – vê-se de um momento para o outro e para os outros, assim como um “Allien”, seres inexistentes na sua cabeça limitada, paradoxais e desencaixados de qualquer paradigma.  

E é isto. Foda-se. Dói-me a cabeça.

CRISTINA BRANDÃO LAVENDER
All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove