Num coração cheio de laços, ataram-se, com sageza, os dois de meus pais. Não se vão nunca, esticam-se em pontas da saudade para os beijar, fortalecem-se as heranças de ternura em que me aninham, murmuram palavras secretas, ecos de um sempre, em que embarco por este mar imenso. Bem hajas, Pai. Bem hajas, Mãe,  encontramo-nos amanhã, com toda a certeza, já que hoje só nas estrelas vos vejo.

 

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove