Escrevo-vos. Não só por escrever, mas escrever para comunicar algo importante. Quero entrar em 2013. Entrar convosco porque vos adoro; porque quero que ele seja um bom ano. Isso provavelmente os meus amigos já sabiam. O que também não é novidade para os que amo e para os que me amam, para aqueles que realmente me conhecem, é a minha necessidade de entrar com o corpo todo, todo. Todinho. Com o cérebro. Não porque o meu seja nada de especial. Não. É tão especial como o vosso. Aos que consideram o cérebro o órgão da razão e o coração como o da emoção declaro que pretendo entrar com os dois. Não com o pé direito ou com o pé esquerdo, nem mesmo com os dois pés. É mesmo com tudo. Preciso de entrar com tudo. Precisamos uns dos outros e precisamos especialmente de reconhecer que os outros também somos nós. Não são menos nem mais. E pronto. Se eu fizer copiar e colar aqui esta pequena intenção talvez a lessem duas vezes. Talvez não. Mas não preciso. É a minha intenção clara. Faz sentido. Para mim faz sentido. Espero fazer sentido para vocês. 
 Venha o 2013.


Nicha, Lagoa Azul, 31 de Dezembro 2012
®nicha e cbl escritas-mais-que-imperfeitas
All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove