Adormeço enlaçada por ramos fortes com teu perfume nas folhas. E no murmúrio do vento inspiro, trémula, tão ardente e doce fragrância. Não hesito por tanto te querer, e nesta força ciclónica do espírito, em comunhão do sentir de peles, entra a comunhão orbital lavada em ondas universais.
All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove