Livro Bio

Foto de Isabel Costa Pinto

Hoje despedimo-nos de uma alma de causas. Uma alma que punha as causas humanas à frente do ser por partidos. Prefiro as almas que são “de causas” às almas que lutam “por causas”. Ser “de uma causa” é pertencer-lhe de corpo e de alma. Ser por uma causa é apenas alistar-se por ela, quando termina o contrato: acabou. Quando se é de uma causa não nos dissociamos, respiramos e simplesmente somos: ela.

Cristina Brandão Lavender

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove