“o ontem é um ponto final parágrafo. o texto continua e, nas palavras que se seguem, leva-me a alma.”

Cristina Brandão Lavender

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove