cristina+brandao+lavender+2014


18 de Maio de 2013

“Não acredito em nenhum partido político. A política é doente. Repito: É doente. Se só estivesse doente poderíamos pensar que deixaria de estar. Mas ser doente: é mais grave. Ser doente é um estado permanente. Os cidadãos têm que partir desta premissa e arranjar novas soluções. Não é qualquer um que pode estar na política. Não senhor. A política é tão doente de alma que coloca políticos corruptos em cargos de responsabilidade na União Europeia. Quanto mais conheço os políticos, mais gosto de pessoas.” 

Cristina Brandão Lavender
All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove