Este sol que vos sorri, hoje, não vos devia encantar, esconde mágoas, esconde uma luz de lágrimas que não consegue brotar, um calor febril que, em desespero, beija os filhos nas fontes secas, uma maleita que o homem ciência quer tratar, enquanto o vil, o egoísta, o ávido de poder abandona a uma morte lenta que vos irá esmagar. É o sol que vos sorri em lágrimas de luz que não vos pode gritar.

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove