1959597_10200892024737976_2114793905_n

seda vermelha, em pele

vapor quente irradiando-te o ninho
este astro que te visita
respira-te, expira-te e vive-te.
lembra-se que afinal existira, 

nunca deixara caminho.
onde estavas?
em ti, lá fora, ali:
e aqui.
sussurro-te de mansinho – em ternura –
no ouvido da vida
num toque de verdura.
estive sempre,
feliz: mulher.

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove