“Não há nada mais destrutivo do que o sentimento nacionalista, patrimonial, patriótico. Quero lá saber que país me governa, que religião me inspira ou que bandeira me veste.
O único interesse que realmente me leva ao delírio é o de sentir que a justiça humana se pratica e que a humanidade sorri, chora e segue em frente.”

Cristina Brandão Lavender

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove